Ensinar gato usar caixa de areia

Como ensinar gato usar caixa de areia

Ensinar gato usar caixa de areia, para muitos, nem é assunto importante. Afinal, por sua natureza autônoma e independente, acredita-se que aprendam sozinhos.

Porém não é bem assim. Gatos gostam das coisas do jeito certo. Se algo estiver errado com a caixa de areia, tenha certeza: ele vai procurar qualquer outro lugar.

Os problemas da negação do gato usar caixa de areia podem ser muitos. E até graves! Ele pode acabar sujando seu sofá, colchão ou, mesmo, destruir vasos de plantas.

Por isso, hoje mostraremos a você como ensinar gato usar caixa de areia de um jeito fácil.

Você vem comigo? Espero que sim!

Escolhendo a caixa de areia ideal

O primeiro ponto é dimensionar e decidir-se pela caixa de areia ideal. Há opções de básicas a mais modernas e avançadas. E, ainda, você pode escolher outro tipo de recipiente plástico.

A grande questão é possuir um recipiente no qual o gato fique à vontade. É importante que o tamanho supere as duas vezes a largura e comprimento do bichano.

Quanto à altura, não pode ser muito alto nem baixo demais. No primeiro caso, gatos bebês ou idosos terão dificuldade de acesso. No segundo, a areia será toda lançada para fora.

Se isso acontece, pode apostar: o gato usar caixa de areia será raro, senão impossível. Portanto, atenção.

Decidindo pelo tipo de areia a utilizar

Há quem prefira areia natural. Outros, têm os olhos a brilhar quando encontram areia perfumada. Ainda que os gatos a detestem!

Mas lembre-se: quem tem papel decisório na questão é ninguém senão o gato. Não adianta, assim, uma areia que te agrade mas que o deixe desconfortável.

Se você quer ensinar o gato usar caixa de areia, atente-se aos gostos e necessidades dele.

Grãos menores e mais absorventes serão sempre seus prediletos. Você pode optar por areia comum, mas terá mais trabalho para manter a higiene.

E acredite: se a caixa de areia estiver com mau cheiro ou aparência ruim, o gato irá rejeitá-la.

Uma alternativa excelente para a areia é a sílica em grãos. Com preço baixo, durabilidade e excelente cumprimento da tarefa, os gatos adoram!

A sílica condensa-se, ao entrar em contato com os excrementos. Com isso, esconde muito bem os dejetos e inibe seu odor.

Gatos gostam de suas necessidades ocultas e sem cheiro. Justamente por isso enterram-nas, ao terminarem.

Saiba, também, que a quantidade de areia da caixa deve permitir que sejam bem enterradas. Pode caprichar na quantidade. Só mantenha a atenção para que não transborde.

Por se tratar de um assunto importante, fizemos um artigo inteirinho sobre os tipos de areia que existem no mercado. Então clique aqui e fique por dentro desse tema.

Escolhendo o local ideal

Gatos são discretos e orgulhosos. Por isso, a hora das necessidades deve ser calma e solitária.

Na natureza, esse momento é de grande vulnerabilidade. E antigos hábitos nunca se perdem.

Se a caixa de areia estiver localizada num local barulhento, o gato não quererá usá-la. Ainda, é preciso que seja um local seco e bem ventilado.

Decompositores devem ficar bem longe! Moscas, baratas e besouros quererão viver numa caixa de areia suja. O gato, no entanto, ficará bem longe.

Para o gato usar caixa de areia, então, faz-se importante preservar esses fatores. Limpeza, calma e discrição, portanto, serão suas aliadas na empresa.

Motivando o gato usar caixa de areia

Ensinar gato usar caixa de areia

Você já pensou em tudo, não é mesmo? Adquiriu, preencheu e posicionou a caixa de areia. Agora, é hora de ensinar o gato usar a caixa de areia para sua finalidade.

É muito bom fazê-lo depois de suas refeições. Isso facilitará o gato usar caixa de areia para suas necessidades físicas.

Quando estiver limpa, coloque-o nela e mostre como cavar. Deixe-o perceber por si que pode se aliviar dentro dela.

Assim que o fizer, dê muito carinho e, até, petiscos. Ele irá não apenas querer como adorar usar a caixa de areia.

Porém depois que o gato já tiver urinado ou defecado, não volte a tocar a areia. Sob nenhuma circunstância, tudo bem?

Utilize uma pá ou peneira para realizar a limpeza. Se optar pela sílica, proteja, também, suas mucosas dos esporos.

Lidando com possíveis problemas

Encontrando negação do gato usar caixa de areia, não se aflija. Com paciência e carinho, tente descobrir o que há de errado. E nunca brigue com ele!

Se o fizer, ele ligará a caixa a uma ideia ruim. E isso é o que de pior pode acontecer.

Se possui mais de um gato, atenção: uma caixa para cada um no mínimo. Eles podem não querer se aliviar no mesmo lugar. Ou, mesmo, quando muitos, proibirem um de utilizá-la.

Se você se deparar com urina ou fezes em lugares indesejados, atente-se aos sinais. Um problema físico ou emocional pode estar impedindo o bichinho de se segurar.

Em caso de dúvida, consulte seu veterinário predileto sem pensar duas vezes.

Espero ter ensinado tudo a você. Agora, basta seguir todos os passos. Com certeza, você terá muito sucesso na tarefa.

Qualquer dúvida, basta deixar um comentário para a gente, OK? Será um prazer te ajudar a ensinar o gato usar caixa de areia.

Até mais, queridos pet lovers! Estejam sempre por aqui, conosco. É um prazer imenso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *