Início » Cobra-do-milho: você precisa saber disso
Cobra-do-milho

Cobra-do-milho: você precisa saber disso

Se você está procurando por um bicho de estimação diferente uma boa alternativa é cuidar de uma serpente.

A cobra-do-milho é um dos animais mais amistosos quando pensamos em adquirir um novo companheiro para casa, embora ela tenha que se alimentar de presas inteiras para sobreviver.

E como tal, suprir essa necessidade pode ser um desafio e tanto.

Cobra-do-milho Laranja

A cobra do milho ou Corn Snake é natural dos Estados Unidos e não apresenta nenhum tipo de ameaça para os seres humanos, uma vez que ela não é venenosa.

E é também por este motivo que a sua legalização fez com que essas cobras se tornassem tão populares nos Estudos Unidos. Atualmente, existem dezenas de exemplares por lá.

Assim como outras espécies, elas são fundamentais para o controle de pragas em plantações, bem como, alguns tipos de corujas.

Não se sabe ao certo qual a origem de seu nome, mas há indícios que foi em função da textura de sua pele e por causa das plantações de milho, onde geralmente são encontradas.

Lembrando que essa espécie de cobra já foi catalogada em diferentes cores.

Seja o que for, para adquirir estas serpentes, é preciso conhecê-las a fundo e, é sobre este tema que falaremos adiante. Acompanhe!

Características gerais sobre a cobra-do-milho

Quando adulta, uma cobra do milho pode chegar a medir 2 metros.

Ela tem um expectativa de vida de 20 anos. Isto é, quando proporcionada condições favoráveis para sua sobrevivência.

Já em um habitat (natureza), suas expectativas caem para mais da metade, não chegando a pouco mais que 3 anos.

Em relação à reprodução da espécie, estas serpentes têm capacidade para se reproduzirem facilmente nos cativeiros.

E, é por este motivo que sua comercialização tem se expandido cada vez mais, além de diversos países legalizarem a sua criação.

Ovos de cobra-do-Milho

A reprodução da espécie acontece nos meses mais frios do ano, especificamente no inverno.

Portanto, quando em cativeiro, as condições do terrário devem ser modificadas para dar início a este processo.

A cada ninhada são esperados de 1 a 2 dúzias de ovos, depositados em um ambiente mais quente e protegido contra o clima externo.

Por isso, é importante observar que ela não incuba seus ovos, então o local é aquecido de modo que todos os ovos tenham condições favoráveis para eclodirem.

Comportamento de uma cobra-do-milho

Similares a todos os ofídios, este é um animal carnívoro, que se alimenta especialmente de pequenos roedores, além de incluir em sua dieta pequenos ovos de répteis, anfíbios e aves.

Ainda que não tenha fosseta loreal (um órgão capaz de detectar as variações da temperatura). Ela recebe grande destaque devido a sua capacidade em sentir diferentes tipos de cheiros.

E, assim como outras serpentes, ela também exibe comportamentos defensivos quando é posta em situações de ameaça. Isso é o típico ao chacoalhar da cauda de uma Cascavel.

Origem e habitat da cobra-de-milho

Assim como já explicado, as cobras-de-milho costumam viver em locais como áreas de plantações. Assim ela tem o hábito de sair para caçar pequenos roedores e animais que saem em busca de alimento.

Também é possível encontrá-las em lugares como construções abandonadas ou em ambientes mais remotos com baixa circulação de pessoas, tais como armazéns e fazendas.

Assim, elas podem ser encontradas em grande parte dos EUA, sendo que seus limites territoriais se limitam à Nova Jersey, Flórida e Utah.

Por conta de sua grande amplitude, estas serpentes podem permanecer em estado de hibernação por períodos equivalentes a 4 meses.

Em locais mais áridos, este ciclo é reduzido. Porém não mais que algumas semanas ou dias.

Quais cuidados você deve manter ao criar uma Corn Snake?

Cobra-do-Milho Amarela

Se tratando de um animal exótico, é preciso conhecer alguns aspectos antes de criá-la, sobretudo sobre a sua criação e os custos de vida.

Portanto, confira a seguir informações completas sobre como cuidar destas lindas serpentes:

O que você deve saber antes de pensar em comprar

Antes de mais nada, é preciso se certificar de que o animal esteja regularizado para a região onde você mora.

E claro, se você é capaz de oferecer condições favoráveis para manter a saúde e bem-estar desse animal.

No começo, é provável que você tenha custos elevados referentes à sua aquisição de uma cobra do milho, no entanto, ao longo do tempo estes custos são reduzidos quase que pela metade.

No começo, será necessário a instalação de um terrário, compatível com o tamanho da cobra e que supra todas as suas necessidades.

Essas despesas podem variar em torno de R$ 600,00 a R$ 3.000,00 (não incluindo gastos com mão de obra).

Hábitos da cobra-do-milho em um terrário

Elas são animais extremamente calmos e tranquilos para se viver em cativeiros, além do mais não são peçonhentas.

Outro atrativo é que as despesas para mantê-las bem possuem um custo extremamente baixo.

Sendo assim é inevitável que elas sejam tão requisitadas como animal de estimação.

Entretanto, é importante ficar atento as possibilidades de fugas, pois esse é um comportamento característico dessas espécies.

Isso porque a cobra-de-milho é um animal muito arisco, então qualquer oportunidade que elas encontrarem para sair do terrário, elas o farão.

Por serem serpentes bem curiosas, o ideal é que você instale um terrário à prova de fugas, com climatização e luz artificial adequada para elas.

Por falar em climatização, o ideal é que o recinto permaneça entre 25ºC a 28ºC. Isso além de proteger os equipamentos utilizados para esquentar o terrário, de modo que a cobra não se queime.

Além do mais, ofereça um recipiente com água filtrada para que ela se refresque e se mantenha hidratada, vale dizer que é super normal encontrá-la dentro do pote de água.

Despesas ao longo da vida

Ao longo da vida de uma Corn Snake, muito dificilmente você gastará grandes quantias do seu orçamento, pois é necessário apenas alguns cuidados básicos.

Por isso, para evitar quaisquer tipos de problemas futuros, tais como doenças, você deverá comprá-las a partir de criadores legalizados para a venda deste animal.

Além disso, ao comprar de um criadouro legalizado, isto é, certificado por órgãos de vigilância.

Dessa forma você garante que a criação deste animal esteja dentro das normas e leis vigentes para sua região.

Com tudo feito, o próximo passo será levá-la a um médico veterinário.

O custo de uma consulta pode variar em torno de R$ 70,00 a R$ 200,00, a depender do profissional. Por sinal, estas consultas deve ser realizadas pelo menos 1 vez por ano.

Despesas e cuidados com alimentação

Considerando que este é um animal de pequeno porte, você terá gastos mínimos com a sua alimentação.

As cobras desta espécie podem se alimentar apenas 1 vez por semana, de pequenos roedores que custam um preço médio de não mais que R$ 2,50.

No entanto, antes de oferecer os alimentos à cobra, certifique-se de que o local tenha normas rígidas de saúde, tratamento e higienização. Caso contrário, ela pode ser contaminada por parasitas e custar a sua morte.

Como obter uma cobra-de-milho legalizada?

No mercado brasileiro, algumas espécies de animais exóticos não possuem venda ou criação autorizadas por órgãos de vigilância. Infelizmente este é o caso da cobra do milho.

Isso porque ela apresenta uma origem americana, tem sua comercialização restrita a apenas algumas regiões.

Veja a seguir mais informações para te ajudar a proceder caso você queira ter uma cobra do milho como animal de estimação. Ou quem sabe outras cobras que apresentem similaridade com elas.

Verifique com as autoridades responsáveis

Então envie uma nota (carta-consulta) informando o interesse em adquirir uma Corn Snake como animal de estimação.

Provavelmente você receberá uma resposta de que não será possível a criação desta espécie em território brasileiro.

No entanto, o órgão responsável pela regularização de espécies exóticas no país (IBAMA), avaliará quais serpentes estão autorizadas a serem criadas no Brasil.

Logo, se você ainda tiver interesse em ter um serpente similar a cobra do milho, os fiscais farão uma vistoria no local de criação, além de analisar quais os motivos pelos quais você deseja criar uma Cobra.

Se todos os requisitos forem cumpridos, os processos seguintes para a aquisição da sua serpente de estimação serão mais ágeis.

Não deixe de consultar no Portal Oficial do IBAMA, qual é a maneira correta de iniciar esse processo de legalização. No site também constam os e-mails para que você esclarecer melhor suas dúvidas.

Adquira uma espécie similar à cobra-de-milho

Caso você não consiga autorização para criar uma cobra do milho, existem muitas outras espécies que apresentam características iguais e podem ser adotadas.

Como, por exemplo, a Cobra Real Californiana, uma das espécies de serpentes autorizadas para venda no Brasil e que costuma ser até mais dócil que a própria Corn Snake.

Cobra real da Califórnia

Compre apenas de vendedores autorizados

Ainda que existam muitos relatos de criação e comercialização dessa espécie aqui no Brasil, a compra destes exemplares não é recomendada a partir de criadores ilegais, sendo considerada uma prática criminosa.

As penalizações para a aquisição da cobra do milho podem chegar a multas que ultrapassam a casa dos R$ 10.000,00.

Sem contar a pena de detenção de 6 meses a 1 ano. E claro, trazendo uma série de prejuízos para o bioma do qual estavam inseridas.

Além disso, leve em consideração que animais retirados bruscamente de seus habitats, têm maiores propensões para adoecerem, além de terem uma expectativa de vida menor.

Por isso, sempre adquira espécies legalizadas e autorizadas pelo IBAMA, como é o caso das Iguanas. Veja mais sobre esse pet no artigo Iguanas de estimação.

Conclusão

Assim como todos os animais de estimação, para se ter uma cobra de milho, é necessário responsabilidades, tempo e aplicações financeiras.

Portanto, antes de adquirir o animal, leve em conta tudo aquilo que dissemos anteriormente. Afinal, animais precisam de cuidados e se tratando de animais exóticos, eles devem ser redobrados.

Além disso, também é importante ressaltar que nem todas as clínicas de veterinária possuem capacitação para cuidar desta espécie.

Sendo assim, antes de levá-la para casa, esteja certo de que na sua região há profissionais capacitados para atendê-la.

Mas se você ainda não se decidiu sobre qual pet exótico você quer adotar, talvez você goste de ver nossos outros artigos sobre Cacatua: preço, características e como adquirir? e ainda sobre a Como ter uma arara-canindé em casa?.

E aí, ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Escreva pra gente nos comentários. Ficamos contentes em poder ajudá-lo!

Abraços! ^^

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima