Gatos Exóticos

Gatos exóticos: conheça 10 raças inacreditáveis

Gatos exóticos são sempre algo que não passa batido. Por isso, hoje preparamos uma lista especial com as 10 raças mais incríveis do mundo!

Se felinos são sua paixão, tenho a certeza que irá adorar cada um deles!

E então? Quer vir comigo conhecer esses bichinhos diferentes e magníficos? Será um prazer! Vamos juntos?

Os gatos exóticos mais incríveis do mundo

Exporemos, aqui, dez das raças de gatos exóticos mais impressionantes do mundo. Cada um possui suas características que mais chamam atenção.

Originários dos mais diversos continentes, apresentaremos suas principais características. E, para quem se interessar, contaremos o preço praticado por um filhotinho destas raças.

Mas lembre-se: adotar não comprar é sempre a atitude mais correta. Assim, reduzimos o sofrimento do abandono, dando lar e amor a um bichinho que irá sempre agradecer.

Comecemos, então.

10 — Khao Manee

Como primeiro dentro os gatos exóticos, conheceremos o Khao Manee. Também chamado de Khao Plort, é apelidado de gema branca e, até, olho de diamante.

Pode-se notar, assim, duas de suas principais características. A primeira escapa de seu apelido de “gema branca”.  Sua pelagem é uniformemente alva, curta e bem rente à pele.

A segunda, diz respeito a seus olhos. Normalmente, os Khao Manee possui olhos dourados ou azuis. Porém uma variação raríssima, destes gatos exóticos, possui olhos ímpares.

Ou seja, cada olho, nestes casos, possui uma coloração diferente da outra. Temos, assim, gatos com um olho azul belíssimo e outro dourado vivo. Fabuloso, não é mesmo?

Estes gatos exóticos são originários de Banguecoque, na Tailândia.

Sua existência é bastante antiga. Inclusive, estes gatos exóticos constam no Tamra Maeo, o tratado sobre os gatos. A obra foi escrita entre os séculos XIV e XVII.

Considera-se o Khao Manee raro por um motivo bem simples: até o século XIX, não havia um único animal da raça fora da Tailândia. Apenas lá, o mundo passou a conhece-lo.

Conta-se que o Khao Manee era um gato da nobreza. Sua presença era entendida como sinal de sorte, longevidade e fortuna. Por isso, são conhecidos, também, como amuletos da sorte.

Todos estes fatores contribuem para a raridade destes gatos exóticos. E, por conta deles, você não consegue um Khao Manee por menos de R$ 40.000,00, convertendo valores.

9 — Azul Russo – esse certamente é um dos mais lindos gatos exóticos

O Azul Russo é um gato muito dócil e inteligente. Justamente por isso é adorado por quem os cria em casas fechadas e apartamentos. Afinal, sendo muito tranquilos, bagunçam bem pouco.

Reconhece-se sua origem como ocorrida em Arcangel, na Rússia. Mais especificamente, supõe-se ter ocorrido no porto da cidade, às margens do Mar Branco.

A partir de lá, estes gatos exóticos fizeram parte do surgimento de outras raças. Com cruzamentos planejados, o Havana Brown é resultado dessa interação humana.

Falando de suas características, o azul russo possui olhos verdes escuros e bem brilhantes. Seu pelo é duplo: parte bem macio, outra mais duro, de cor azul e pontas prateadas.

Contra a luz e em movimento, essas pontas de prata dão aspecto luminoso a estes gatos exóticos.

Outra característica que torna o azul russo atraente é sua saúde impecável. Tendo cruzamentos controlados, pouca ou nenhuma bagagem genética negativa é transmitida.

Assim, suas linhagens são longevas e apresentam pouquíssimos problemas de saúde pontuais.

Amigo de toda família, um filhotinho de azul russo pode chegar a custar R$ 5.000,00. Embora haja ofertas menos salgadas, iniciando nos R$ 600,00 a R$ 700,00.

8 — Scottish Fold

Originários da Escócia, temos os Scottish Fold. Trata-se de uma raça recente, catalogada no final dos anos 60.

Estes gatos exóticos possuem uma característica muito peculiar. Ela rendeu, a eles, o apelido de “orelhas curtas” e, até, “gato-coruja”.

Acontece que a raça possui uma mutação genética que altera cartilagens de seu corpo. Por isso, suas orelhas são dobradinhas, dando um aspecto ímpar a eles.

E não se assuste: a mutação deu-se naturalmente. Uma gata, com as orelhas desta forma, procriou. Assim, nasceram os primeiros Scottish Fold.

Quanto ao temperamento, estes gatos exóticos são bem curiosos. Aprontam de vez em quando, mas são ótimos mesmo em espaços reduzidos.

Sobre a pelagem, varia. Alguns apresentam pelagem curta; outros, longa. A coloração também é rica, ocorrendo de azul a caramelo.

Seu preço viram em torno dos R$ 5.000,00. Porém é possível encontrar animais mais caros, chegando a R$ 8.000,00.

7 — Persa

Original do Irã, no Médio Oriente, temos o gato Persa. Sua versão moderna dada do século XIX. Na Inglaterra, os gatos iranianos sofreram seleção artificial em busca de colorações especiais.

O que mais chama a atenção, nestes gatos exóticos, é sua pelagem. De cores vivas e maciez incrível, o Persa é sinônimo de fofura. Foi justamente essa a razão para se tornarem mundiais.

Ainda, os Persas são gatos “baixinhos”, de pernas curtinhas. Seus grandes olhos parecem preocupados, por estarem bem perto do focinho achatado.

Falamos de animais extremamente dóceis e carinhosos. Seu apego pelos donos os torna perfeitos para apartamentos e espaços pequenos.

Quanto ao preço, é bem mais atraente que os anteriores. Falamos de R$ 1.000,00 a R$ 2.500,00.

6 — Levkoy Ucraniano

É impossível falar de gatos exóticos sem mencionar o Levkoy Ucraniano.

Estes gatos são produto de ação humana direta. Sua existência possui pouco mais de vinte anos, desde o primeiro animal nascido.

Suas principais características o tornam único. Ele possui orelhas de pontas caídas e face com aparência canina.

Ainda, falamos de gatos sem pelos ou com pouquíssimos, quando há. Sua postura é esbelta. A ausência pelos, no entanto, pode dar um ar de enrugado a eles, por sua pele ser bem elástica.

Manso e tranquilo, o Levkoy Ucraniano convive perfeitamente bem com humanos e outros animais.

A raça ainda não é registrada em nenhuma entidade internacional. Apenas clubes ucranianos e russos os reconhecem e celebram. Por isso, é quase impossível comprar um por aqui.

5 — Cornish Rex –

Cornish Rex - gatos exóticos

Pequeno e de aparência bem peculiar, o Cornish Rex lembra muito os cães da raça Whippet. Possui orelhas grandes, cabeça triangular e rabo fino e longo.

O que mais chama a atenção é sua pelagem: ele possui pouquíssimos pelos, que praticamente não caem.

Falamos de gatos exóticos bastante ativos e sujeitos ao frio. Por isso, precisam tanto de espaço quanto de cuidados especiais com sua temperatura corporal.

No Brasil, é possível adquiri-los por cerca de R$ 1.000,00 a R$ 2.000,00.

4 — Munchkin

O Munchkin é um gatinho absurdamente fofo. Graças a uma mutação, suas pernas são curtinhas, tornando-o um gatinho anão.

Apesar de preocupações de amantes de gatos exóticos, a condição é saudável. Não há, assim, nenhum estudo que comprove dano espinhal deteriorante.

Por terem as pernas curtinhas, eles não saltam muito. Assim, quem não gosta de gatos em cima de tudo, são ideais.

Todavia sua mobilidade permanece excepcional. Isso porque o Munchkin consegue realizar curva extremamente fechadas.

Uma graça à parte dá-se por seu costume de sentar-se sobre as pernas traseiras. Assim, ele mantêm-se com o corpo ereto. Coisa mais linda, não?

O temperamento dos Munchkin é bastante dócil. Curiosos e brincalhões, se dão muito bem com outros animais.

Valores, no mercado veterinário, giram em torno dos R$ 6.000,00. Note que a pelagem é variada, visto que surgiram nas ruas dos EUA. Assim, sua reprodução não foi controlada.

3 — Savannah – esse é um dos mais caros gatos exóticos

Savannah - um dos mais belos gatos exóticos

Estes, que seguirão, são gatos exóticos de tirar o fôlego! Sua aparência é muito similar à dos linces e gatos selvagens.

Ocorre que o Savannah é o resultado do cruzamento de gatos domésticos com o serval. Desse modo, possui características muito próximas à de seus parentes silvestres.

Em termos de raridade, o Savannah impressiona. Afinal, sendo um híbrido entre espécies, geralmente nascem estéreis. Por isso, torna-se extremamente difícil a reprodução em escala.

Falamos de um animal bem alto e de aparência elegante. Sua cabeça é triangular, com orelhas bem proeminentes.

E lembra que falamos como o Savannah tiram o fôlego? Sua bagagem genética o faz um velocista de peso. Assim, espaços confinados são uma péssima ideia, para estes felinos.

Quem quer um destes no Brasil, deve se preparar para o trabalho. Afinal, não são vendidos por aqui. Têm de vir do exterior, cumprindo legislações específicas.

Por tal, o filhote não sai por menos de R$ 20.000, demandando chipagem e castração obrigatória.

2 — Norueguês da Floresta

O Norueguês da Floresta é, sem dúvida, um animal impressionante. Sua necessidade de resistir ao frio alterou sua pelagem e comportamento. Trata-se de um gato quase selvagem.

Seu nome original é Norsk Skogkatt. E, como seu próprio nome aponta, é nativo da frias terras da Noruega.

Falamos de gatos exóticos de tripa pelagem. A primeira é bem macia, especial para reserva de calor. A segunda é mais firme, encobrindo a anterior. Por fim, a terceira funciona como capa.

Ela é impermeável e bem espessa, garantindo que o Norueguês da Floresta esteja sempre protegido da neve.

Por seus hábitos de caça, eles possuem orelhas projetadas. Elas ficam nas laterais da cabeça, gerando uma triangulação. Assim, ele pode perceber presas com maior precisão.

São, em geral, animais independentes e confiáveis. A seu modo, ama e é fidelíssimo a seus donos.

Porém seus instintos falam muito alto. Mantê-lo em ambientes pequenos pode ser má ideia, gerando estresse.

Há que se proteger janelas e possíveis pontos de escape. Caso contrário, o Norueguês da Floresta não resistirá à urgência por procurar presas.

Seus filhotes são comercializados por valores entre R$ 1.500,00 e R$ 3.000,00. Contudo há que se saber tratar-se de um animal adaptado para o frio.

Ele possui ampla juba, pelos protegendo os ouvidos e interior dos dedos. Criá-los em terras quentes, como as brasileiras, pode gerar sofrimento e complicações de pele e pelo.

Embora bem peludinho, o Norueguês da Floresta não demanda muitas escovações. Seus pelos não tendem ao embaraço.

1 — Sphynx – Gatos exóticos

Sphynx - gatos exóticos

Dentre todos estes gatos exóticos, nenhum empata a peculiaridade do Sphynx. Também conhecido como pelado canadense, este bichano não possui pelos.

Sua “nudez” é mutação natural. A intervenção humana restringiu-se a manter e melhorar as características.

Outros gatos com pouco ou nenhum pelo foram utilizados. Todavia certas doenças genéticas surgiram, e as cruzas foram encerradas.

À primeira vista, pensamos no Sphynx como solução para uma doença comum: a alergia humana a pelos de gato. E é verdade!

Crianças que amam gatinhos, mas possuem alergia, podem amar o Sphynx sem medo!

No entanto é importante saber: a carência de pelagem obriga a cuidados especiais. A pele deve ser limpa semanalmente, para remoção de gordura e tecidos mortos.

E, para garantir limpeza e saúde de seu peladinho canadense, utilize sempre produtos para bebê. Caso contrário, irritações, feridas e ressecamento podem ocorrer?

Esperamos que tenha adora conhecer esses gatos exóticos que escolhemos. Foi muito bom rodar o mundo atrás dos peludinhos mais incríveis para você.

Quem ama gatos, não consegue resistir a tanta fofura, não é mesmo?

Até a próxima! Estejam sempre por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *