Início » Guaxinim de estimação, pode ter em casa?
Guaxinim de Estimação

Guaxinim de estimação, pode ter em casa?

Os animais exóticos de estimação, estão em alta. Entre eles, um que se destaca, é o guaxinim de estimação.

Cada vez mais e mais pessoas estão escolhendo estes animais como companhias para sua casa.

No entanto, isso também faz com que muitas pessoas se perguntem: é realmente possível ter um guaxinim como animal de estimação?

E se sim, quais são os cuidados ideais para proporcionar um estilo de vida adequado?

São essas e outras perguntas que responderemos ao longo do texto, portanto, continue conosco para aprender tudo sobre estes mamíferos incríveis.

Vamos lá?

Conheça as características do guaxinim

Pertencente à família dos procionídeos, o guaxinim é um dos animais onívoros mais conhecidos da América.

No geral, ele chega a pesar até 7 kg, mas diversos estudos científicos comprovam que o seu corpo tem capacidade para pesar até 15 kg.

Além disso, ele tem uma pelagem bastante chamativa, que o diferencia de outros animais selvagens.

Suas cores que variam do preto ao cinza, além de um rabo anelado e um rosto característico que se assemelha a uma máscara.

Quanto à sua alimentação, ela não é tão restrita, sua dieta inclui roedores, anfíbios, diferentes tipos de frutas e sementes além de ovos de pássaros.

Ao todo, são 40 dentes caninos e molares adaptados para esse tipo de dieta. Assim, ele possui grande facilidade para se alimentar de diferentes tipos de aperitivos que encontra pela selva.

O período de reprodução de um guaxinim normalmente acontece entre os meses de janeiro e fevereiro. As ninhadas nascem a partir dos meses de abril e maio.

Comportamento animal

Por ser um animal de dieta onívora, não é de se espantar que esses belíssimos animais se alimentem dos restos de alimentos deixados pelos humanos.

Aliás, este é um dos grandes fatores pelos quais encontramos tantos vídeos pela internet de guaxinins entrando em lixeiras ou nas cozinhas das residências.

Além disso, este também é mais um dos grandes fatores que os fizeram ser considerados pragas urbanas.

Isso acaba resultando em atropelamentos e até mesmo na caça esportiva.

Ao se aproximar de seres humanos, raramente se tornam agressivos. No entanto, isso muda quando há presença de cães e outros animais de estimação que possam atacá-los.

Um comportamento muito interessante dos guaxinins é o de se refrescarem e se alimentarem em leitos de rios ou lagos.

Esse hábito deu a eles em Portugal o nome popular de “ursos lavadores”

Atualmente, já existem uma série de estudos evidenciando que estes animais possuem comportamentos de caráter coletivo.

Em alguns casos, foi constatado que os machos da espécie costumam criar grupos para proteger seus territórios.

Enquanto as fêmeas dividem seus alimentos com outros animais. Incrível, né?

Habitat do guaxinim

O habitat do guaxinim são as florestas mistas ou decíduas, ambientes estes onde passam grande parte do seu tempo descansando nos galhos das árvores, covas e tocas formadas naturalmente.

Além de viverem ao lado de riachos e locais onde há a presença de nascentes ou lagoas.

Entretanto, com o crescimento das grandes cidades, topar com estes animais se tornou uma verdadeira rotina.

Especialmente por terem mais oportunidades de se alimentar de restos deixados por humanos ou rações de animais domésticos em garagens, fazendas e até mesmo zonas residenciais.

De todas ela, a espécie mais difundida até o momento é a Boreal, sendo encontrada desde o Canadá até o Panamá.

Na Europa, sua presença ainda é recente e bem amistosa, mas tudo isso se deve ao fato das fugas de guaxinins das granjas de pele.

Porém, é importante ressaltar que na Espanha já se formaram verdadeiras colônias destes animais, especialmente após a comercialização nos Estados Unidos.

Confira os principais cuidados de um guaxinim de estimação

cuidados com um guaxinim de estimação

O guaxinim é uma espécie exótica, mas se você quer entender um pouco mais sobre esse assunto, aconselhamos a leitura do artigo Animais exóticos como pets de estimação .

Antes de tudo, precisamos lembrar que estamos falando aqui de um animal selvagem. Isso significa que são necessários cuidados especiais em relação à sua segurança, saúde e bem-estar.

Para conferir todas as nossas dicas, continue acompanhando.

1. Prepare um local adequado

Diferente de outros pets, como cães e gatos, o guaxinim de estimação não é adequado para viver em locais de pequeno espaço, tais como apartamentos.

Por isso, se você está planejando adotar, comprar ou importar um guaxinim, ofereça um espaço maior como um jardim amplo ou um grande quintal.

Por se tratar de um animal selvagem, devemos entender que, mesmo não usufruindo de todas as capacidades para imitar o seu habitat, é essencial que seja o mais próximo possível do que teria na natureza.

2. Crie o seu guaxinim de estimação em ambiente livre

É normal que nos primeiros dias tenhamos receio de que ele possa escapar e acabar desaparecendo.

Por isso, o recomendado é instalar cercas altas que o impeçam de atravessar para o outro lado.

Inclusive, se tratando de guaxinins, de jeito nenhum é recomendado o uso de coleiras ou gaiolas para sua criação.

As consequências disso podem gerar transtornos irreversíveis, como maior agressividade e problemas no comportamento.

Seu guaxinim de estimação precisa usufruir de um pouco de liberdade de vez em quando.

Inclusive, é possível acostumá-lo solto, mas desde que ele entenda que tudo o que precisa está bem debaixo do seu focinho.

3. Alimentação do guaxinim de estimação

O que como um guaxinim de estimação

Até aqui tudo bem, mas afinal, o que um guaxinim come?

Por se tratar de um animal onívoro, é importante que sua dieta consista em alimentos como carne branca, frutas, legumes e peixes.

Ainda assim, nunca ofereça carne vermelha ou peixe azul, o estômago do guaxinim não é desenvolvido para digestão desses tipos de alimento.

Mas, se tudo o que dissemos soou complicado, é possível incluir em sua dieta ração de gato úmida. São excelentes pra sua dieta e eles adoram.

E claro, não precisamos nem dizer que você deve sempre fornecer água limpa e fresca para o seu pet, né?

4. Higiene

Um guaxinim de estimação nunca deve receber banhos em excesso. Porque além de causar irritação na pele que podem resultar em uma série de infecções se não tratadas adequadamente.

Além disso, estes já são animais limpos por natureza, muito parecidos com os gatos, que se limpam diversas vezes ao dia para sempre se manterem higienizados.

No entanto, se mesmo assim você nota que o seu pet está com um odor forte, é somente aconselhável realizar uma limpeza a seco.

Em si, o mais importante para sua higiene, é em relação aos pelos. Eles sempre devem permanecer limpos.

Você pode realizar uma escovação diária, mas tenha cuidados para não ferir a pele do animal.

5. Aprenda a educá-lo

Por ser um animal de natureza selvagem, será necessário ensinar o seu guaxinim de estimação desde filhote.

Assim como os gatos e cachorros, você deve mostrar que há limites e que você é o “chefe da casa”.

Adestrar um guaxinim de estimação

No entanto, é preciso entender que isso não significa punir, dar gritos ou palmadas. Aliás se agir assim ao invés de ensinar, você estará atrapalhando o seu processo de aprendizado.

Isso é muito ruim tanto para ele, quanto para você mesmo.

O melhor jeito é investir no reforço positivo, onde você evidencia as suas ações mais positivas, permitindo que ele aprenda que só este é o caminho ideal.

Mas é claro, não é porque há um processo de aprendizagem a ser considerado, que o seu guaxinim de estimação agirá como um cachorro, que aprendeu a dar a patinha ou a recolher os lixos.

Na verdade, não podemos negar que existirá momentos onde o seu comportamento selvagem virá à tona.

Por este motivo, também se faz necessário o apoio de um médico veterinário. Somente um profissional poderá fornecer as informações seguras e específicas ao seu pet.

É possível ter um guaxinim como animal de estimação? Quanto custa?

Hoje em dia, se tornou possível ter um guaxinim de estimação. No entanto, você não os encontrará a venda em lojas como petshop.

Mas é possível comprá-los através de criadores certificados para este tipo de venda ou por meio de refúgios legalizados para adoção.

A permissão é concedida através de uma autorização do IBAMA, o órgão responsável pela regularização de espécies exóticas e silvestres em nosso país.

No geral, o melhor lugar para obter este animal, é através dos centros de doação.

Estes refúgios acolhem animais silvestres abandonados ou que se perderam ao migrarem de seu habitat para as zonas urbanas.

Assim, os interessados têm a opção de levar para casa um guaxinim de estimação, mas é claro, normalmente são animais mais agressivos e resistentes à domesticação.

Isso principalmente se já estiverem na fase adulta. E também temos que considerar que esses animais já passaram por muitos ataques e portanto são ariscos e desconfiados.

Se você optar pelos estabelecimentos próprios para esse tipo de venda, garantirá estar comprando um animal legal e, acima de tudo, pacífico ao convívio humano.

Apenas um criador legal poderá fornecer informações sobre a origem e histórico de saúde do seu guaxinim de estimação.

Entretanto, mesmo nestes locais, é importante certificar-se de que o animal esteja em boas condições de saúde.

Dessa forma evite comprar de locais onde o animal esteja abaixo do peso, letárgico ou com falta de apetite. Normalmente, estes sinais vêm acompanhados de problemas sérios de saúde.

Não adquira o animal por meio da internet ou anúncios em locais como redes sociais.

Atualmente, o preço de um guaxinim varia em torno de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00.

Conclusão

guaxinim de estimação

Agora que você já sabe que um guaxinim está apto para se tornar o seu melhor amigo, realize uma escolha assertiva.

E o mais importante lembre-se de nunca contribuir para o contrabando e maus tratos dessa espécie.

Além de ser crime, você estará contribuindo para a degradação de diversos ecossistemas.

Como você notou, há diversas razões para ter um guaxinim de estimação, são animais carinhosos, brincalhões, lindíssimos e cheios de energia.

Perfeitos para aqueles que buscam um bichinho com qualidades tão únicas.

Mas se você ainda não se decidiu qual será o seu pet exótico de uma olhada nos artigos Chinchila: conheça tudo sobre este pequeno roedor e também no artigo Raposa de estimação: afinal, é possível ter uma em casa?

E aí, restou alguma dúvida? Não hesite em enviar sua pergunta nos comentários.

Ficamos felizes em te ajudar! 😀🦝

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima