Início » Furão de estimação de forma legalizada: é possível?
Furão de Estimação

Furão de estimação de forma legalizada: é possível?

O furão é um animal exótico, ou seja, ele vem de fora do país. Mas, isso não quer dizer que é impossível ter um desses de forma legalizada em sua casa.

Então, aprenda os pontos mais importantes na hora pensar nesse animal que desperta curiosidades e saiba mais sobre ele.

Tal animal é um mamífero do grupo dos mustelídeos, composto por bichos carnívoros, de corpo longo e patas curtas.

Existem muitos seres da família desta espécie no país, mas, a doméstica é natural dos Estados Unidos.

O mustela putorius furo é também chamado de ferret, seu nome norte-americano. Como ele vem de longe, é preciso ter certos cuidados ao pensar em ter a companhia de um bicho desses de forma legalizada.

É possível ter um furão no Brasil?

Bem a primeira e mais importante dica é jamais adote um bichinho desses de maneira ilegal.

Entenda como um furão doméstico de acordo com a lei

Assim, é vital que estes sigam todas as regras definidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis, o IBAMA.

Então fique atento as regras! Não favoreça o comercio ilegal de um animal silvestre.

Existem alguns jeitos de checar a venda e saber se está dentro dos padrões da lei. A seguir, veja pontos essenciais para levar o pequeno mamífero para a sua casa:

  • O furão tem que ser castrado, vacinado e ter microchip de identificação;
  • Avalie o certificado de origem, dá para fazer isso pelo site do IBAMA;
  • Cheque também se a loja escolhida tem a licença do órgão para o comércio do pet;
  • O novo dono precisa assinar um termo de responsabilidade.

Caso a loja não siga qualquer um dos passos acima, não realize a compra e denuncie por meio da linha verde do IBAMA. Porque, cada questão é vital para a proteção dos animais.

Entenda porque é importante ter cautela

Furão de estimação

O Brasil não é o habitat natural dos ferrets, por isso, a sua reprodução no país pode interferir no equilíbrio ecológico.

Além disso, a vacina é essencial para a saúde do mamífero. Por fim, os certificados e chip garantem a defesa e amparo do animal.

Veja quais cuidados este pet precisa

O furão doméstico é dócil e enérgico, assim, ele gosta muito de brincar e precisa de bastante atenção.

Por isso, quem deseja ter um desses em casa precisa ter disposição para certos cuidados e gastos.

Eles precisam de uma gaiola grande, mas, não devem ficar presos nela o dia todo. Enfim, quando saem, é necessário ficar de olho, afinal, gostam de explorar.

Aliás, eles não podem ficar sozinhos por um longo tempo.

Alimentação e higiene

Uma ração específica para o mamífero é vital, já que ele é carnívoro. Então, seu estômago não digere itens de base vegetal, por isso, dê apenas a comida certa como:

  • Ossos crus;
  • Carne;
  • Ovos.

É preciso saber a medida exata e contar com a orientação de um especialista. Os furões também têm que ter água fresca e filtrada sempre à disposição.

Já que eles gostam de banho e estes devem ocorrer a cada 15 dias. Enfim, a gaiola deve manter-se sempre limpa.

Cuidados com um furão

Saúde e segurança

O dono deve manter as vacinas do pet em dia e levar o animal ao veterinário de forma regular, pelo menos uma vez a cada seis meses.

Ambiente e clima

É essencial esconder todos os espaços e buracos onde o furão pode entrar e objetos perigosos.

Afinal, como eles são muito ativos e curiosos, tendem a comer besteiras, roer cabos e parar em locais arriscados. Por fim, temperaturas acima de 30° são letais para eles.

Conheça mais sobre o furão

No Brasil, as espécies mais comuns são a galictis vittata e a galictis cuja. Mas, ambas são selvagens e precisam viver em habitat natural. Assim, este é um traço típico deste animal.

Para gerar a espécie dócil e amigável conhecida por furão doméstico ou ferret, foram feitas uniões genéticas artificiais.

Por isso, a saúde deste é bem frágil e está sujeita a várias doenças congênitas. Em geral, eles vivem de cinco a dez anos.

Estes pets costumam ter entre 35 e 50 centímetros e as fêmeas são menores. Além disso, podem chegar a pesar até três quilos. Então, estes pequenos não ocupam muito espaço e adaptam-se de forma fácil.

Caçam pequenos roedores e podem criar apego a certos objetos. Por isso, guardam os brinquedos e escondem itens dos donos.

Enfim, eles têm pouco senso de riscos e localização, assim, podem perder-se ou acabar em situações perigosas.

Dá para treinar o animal

É possível ensinar lições e truques ao pet por meio de reforço positivo com recompensas. Bem como, guloseimas especiais para ele.

Assim, é preciso muita repetição e treinos de no máximo 10 minutos já que o mamífero distrai-se de forma fácil.

Furão doméstico

Curiosidades sobre o furão doméstico

Animais exóticos, em geral, são novidade para a maioria das pessoas. Então, mesmo que os ferrets sejam comuns nos lares norte-americanos, eles ainda não são muito populares no Brasil. Conheça, então, alguns de seus traços peculiares:

  • Este bichinho precisa de muito exercício para manter-se saudável;
  • O ferret ama brincar com bolas e tubos;
  • Eles dormem muito, assim, seu sono dura de 14 a 18 horas por dia e é profundo;
  • Convivem de forma tranquila com outros animais, bem como, cães e gatos;
  • No passado, eram muito usados para matar pequenos roedores e insetos;
  • São monogâmicos e ligados de forma intensa ao parceiro ou parceira.

Tipos de furão

Esses animais têm poucas variações. Assim, o whippet é o de menor porte e o mais comum nos Estados Unidos.

Além dele, o standard é o mais ágil e comum na Europa. Por fim, o bull é o maior dos três. Há também diferenças nas cores como:

  • Sable;
  • Chocolate;
  • Sable preta;
  • Canela;
  • Albino;
  • Champagne;
  • Branco com olhos pretos.

Custos de ter um furão legalizado em casa

O valor depende da cotação do dólar, mas, em média, estes pets custam entre R$ 800 e R$ 2.500 mil.

Além disso, os viveiros mais em conta estão entre R$ 600 e R$ 700 reais, as mais caras passam de mil reais. Enfim, rações de 700 gramas variam entre R$ 60 e R$ 100.

Como obter um furão doméstico de forma legalizada

O ferret precisa de certos cuidados e itens essenciais à sua saúde e segurança. Por isso, veja a lista abaixo e confira se é possível lidar com todas estas questões antes de comprar este animal exótico:

  • Os gastos mensais com a comida são, em média, de R$ 200;
  • Podem surgir custos não esperados com o veterinário, já que a saúde do pet é frágil;
  • É necessário adequar o espaço para a segurança do animal;
  • O tempo com eles é essencial e se for preciso longa ausência, não podem ficar sós;
  • Caso a temperatura suba, o mamífero precisa de um ambiente climatizado;
  • É vital checar se há um veterinário especializado para cuidar do bichinho na cidade.

O furão não é um pet ideal para crianças pequenas

Este animal é muito carinhoso e uma ótima companhia. Mas, se assusta com ações bruscas e age de forma agressiva quando isso ocorre.

Por isso, especialistas afirmam que ele não é a melhor opção para crianças menores de cinco anos.

Tenha uma guarda responsável

Furão como ter um em casa

Adotar um furão pode ser tentador para quem já o admira há um tempo ou deseja um pet diferente.

Assim, ele é uma ótima opção para os que gostam de companhia e carinho. Mas, precisa de muitos cuidados, então, analise essas dicas antes de adotar um.

Finalizamos por aqui, mas antes de nos despedir, vamos deixar algumas sugestão de artigos que talvez você também goste de ler: Chinchila: conheça tudo sobre este pequeno roedor e ainda o Guaxinim de estimação, pode ter em casa? .

Então é isso amigos, gostou das nossas dicas? Participe no campo de comentários abaixo, será um prazer conversar com você!

Obrigada por nos prestigiar e volte sempre que desejar!

Um Abraço

ATENÇÃO: abominamos maus trato e comércio ilegal de animais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima