Início » Raposa de estimação: afinal, é possível ter uma em casa?
Raposa de Estimação

Raposa de estimação: afinal, é possível ter uma em casa?

Nas últimas décadas, a ideia de ter uma raposa de estimação em casa tem ganhado cada vez mais força.

Na maioria dos casos, essa tendência tem crescido por conta das redes sociais. Isso porque pessoas do mundo todo compartilham fotos desse lindíssimo animal em seu Instagram, Twitter ou mesmo TikTok.

Sim, é verdade, as raposas são animais super fofos, além de muitas vezes serem aconchegantes.

Entretanto, vale ressaltar que antes de considerar adquiri-la, há muitas questões que devem ser colocadas em xeque.

Afinal, estamos falando de um animal exótico, que requer cuidados específicos e redobrados para sua sobrevivência.

Para saber mais sobre este assunto, continue lendo nosso artigo completo. Você encontrará muitas curiosidades, dicas e outras informações sobre as raposas.

Boa leitura!

Conheça um pouco sobre a vida deste incrível animal

Raposa de estimação

Ainda que outras espécies podem ser adquiridas como animal de estimação, a raposa Feneco é o único exemplar consideravelmente domesticado.

Ela é uma espécie de origem africana. Também muito conhecida como raposa do deserto.

Geralmente vive em locais de extremo calor, como o deserto do Saara, além de outras partes do norte da África.

É comum também vermos fotos de raposas-vermelhas sendo criadas como animal de estimação. Mas na realidade, estas são as espécies mais agressivas para se criar em casa.

Em contrapartida, essas lindas raposas de orelhas grandes são as melhores opções para aqueles que procuram uma raposa de estimação.

Normalmente, elas se comportam como cachorros, sendo animais super ativos e brincalhões.

Obviamente, estamos falando de seres com instintos selvagens. Sendo assim, mesmo sendo mantidos em cativeiro podem apresentar um temperamento menos simpático em alguns momentos.

Além disso, uma das características predominantes das raposas, é o seu comportamento arisco e assustado. Isso acontece porque na natureza elas têm mais pretensão de serem alvos de predadores.

Todavia, é importante saber que elas têm hábitos noturnos, o que significa que estarão mais ativas durante à noite.

Inclusive, este é um dos maiores problemas daqueles que a obtém como pet, tendo em vista que não é fácil controlá-las nesses períodos em que a maioria das pessoas está dormindo.

Com tudo isso, fica claro que cuidar de uma raposa de estimação, não é uma tarefa fácil.

Além da dieta balanceada, é preciso fornecer um ambiente espaçoso, de modo que ela tenha uma vida saudável e ativa.

Comportamento e temperamento da raposa Feneco

Ainda que os fenecos vivam normalmente em grupos na natureza, eles demonstram uma capacidade incrível para se adaptar em ambientes de modo individual.

Além disso, quando domesticados, estes animais passam grande parte do tempo ao lado de seus tutores.

No entanto, é importante que você respeite o espaço dele, em alguns momentos, eles apresentam uma drástica variação de humor, preferindo ficar sozinhos por longas horas.

Se criados desde filhotes é capaz de conseguir uma aproximação maior. Tendo em vista que eles não curtem ficar longos períodos no colo ou mesmo serem pegos a todo momento.

Como falamos, estas raposas de estimação são intensamente assustadas. O que significa que você deve ser o mais sucinto possível ao interagir com elas.

Quando se sentem ameaçadas, elas tendem a atacar aqueles que a assustaram – um de seus instintos de defesa natural.

O espaço

Espaço adequado para raposa de estimação

O mais adequado é que seja disponibilizado um espaço fora da casa, mas se esta não for uma opção.

Apenas tenha em mente que a sua raposa, especialmente se for um macho não castrado, usaram o espaço que tem para marcar território. Inclusive a sua casa.

Além de tudo, é importante que você saiba que estes animais costumam fazer altos barulhos para expressar seu humor.

Por isso, apesar de toda a imagem que as pessoas passam sobre elas serem quietas e até mesmo calmas, não é totalmente uma verdade.

Para os tutores que buscam por um companheiro mais tranquilo, boas opções são os hamsters ou a cobras-de-milho que já falamos sobre eles aqui no blog.

Os fanecos podem ser companheiros de longa data de animais como cães e gatos, mas você deve se certificar de que sejam do mesmo tamanho ou um pouco maiores que ele.

Isso porque, eles tendem a se alimentar daqueles animais que não apresentam tanto perigo ou que estejam relacionados de alguma maneira à sua dieta.

Isso porque, antes de mais nada, estamos falando de animais onívoros.

A sugestão é adquirir apenas raposas de estimação filhotes, pois será mais fácil introduzi-las em seu lar.

Também para que elas tenham um melhor relacionamento com os familiares e animais da casa.

Por serem animais ativos, rápidos e bem ágeis, é importante que você disponha de grande parte dos seus esforços e tempo para elas terem uma rotina regular de atividades.

Se bem domesticados, os Fenecos podem se adaptar rapidamente aos hábitos diurnos, assim como serem treinados na coleira.

Mas afinal, você sabe como cuidar de uma raposa de estimação? Acompanhe nossas dicas no próximo tópico.

Cuidados que necessita uma raposa de estimação

Por serem animais de natureza desértica, estas raposas de estimação exigem temperaturas equivalentes a 20ºC.

Por isso, se você mora em locais de clima mais seco, tais como a região nordeste e centro-oeste do Brasil, tudo o que será necessário é de um grande recinto externo para elas poderem se exercitar.

No entanto, é importante que a instalação seja extremamente segura, de modo que ela não consiga fugir entre as frestas.

Ou mesmo as escavações, já que são capazes de fazer no solo habilmente.

Sendo assim, o mais adequado é que você pavimente o solo com madeira ou concreto.

Desse modo ela não será capaz de realizar suas escavações, correndo o risco de acabar parando na casa do vizinho ou atacada por outro animal.

Além disso, adicione uma camada de areia ou terra sobre o local, de modo que seja proporcionado um ambiente mais natural possível.

Também não se esqueça de cobrir a parte de cima com tela. Isso porque as raposas Feneco são capazes de pular uma distância de até 2 metros.

Ainda que você instale todo um aparato para que o seu pet não tenha condições de fugir do local. É importante garantir que ela não comece a escalar ou tentar achar brechas na cerca.

Adestramento

adestramento de raposa de estimação

Assim como falamos, se treinada desde filhote, ela pode se dar muito bem junto à coleira.

Portanto, em locais externos, você pode utilizar uma coleira longa para ela poder correr enquanto você a supervisiona.

Em ambientes internos, como casas e apartamentos, é normal que a sua raposa de estimação tente saltar em cima dos móveis e até quebre alguns objetos de decoração.

Desse modo, recolha tudo aquilo que possa causar acidentes a ela e a outros animais que compartilham da mesma moradia. Ou opte por não criá-la dentro de casa.

O melhor mesmo é deixa-las em um canil quando não puder supervisioná-las. Afinal, elas enfiarão o focinho em tudo aquilo que estiver pela frente.

Diferente de outros animais de estimação exóticos, se bem treinadas, é possível ensiná-las a fazer suas necessidades em uma caixinha de areia.

No entanto, o recipiente de areia deve ser diferente daqueles que geralmente são usados para animais como cães e gatos.

Nesse caso o ideal adicionar uma cobertura, devido o fato de que elas adoram escavar.

Todo esse processo de adestramento é muito simples, e tudo o que você precisa fazer é levar a raposa até o local e sempre oferecer petiscos após ela utilizar a caixa de modo adequado.

O mesmo pode ser feito para que ela realize suas necessidades na área externa. E por favor, nunca a recrimine por não fazer aquilo que você esperava!

Alimentação e água para uma raposa de estimação

Em seu habitat, as raposas Feneco se alimentam de uma dieta bem diversificada, que pode conter uma variedade de carnes e plantas, assim como roedores, frutas, insetos e até passarinhos.

Ao criá-la como bichinho de estimação, ofereça uma alimentação específica para estes animais: a dieta comercial de canídeos selvagens – a mesma utilizada pelos zoológicos ao redor do mundo.

Ainda que seja possível oferecer alimentos parecidos que fazem parte da dieta dos cães e gatos, eles não são as melhores recomendações!

Certifique-se de que nesta dieta há uma proporção adequada de taurina, um aminoácido essencial para os processos metabólicos do seu corpo.

O ideal é que seja feita uma consulta ao veterinário, pois é ele quem melhor dirá os alimentos a serem disponibilizados, assim como a quantidade exata das substâncias; seguindo critérios como peso, tamanho e nível de atividade.

A maioria dos tutores de raposas de estimação, oferecem os alimentos 2 vezes por dia, porém, essa não é uma regra geral.

Existem outros, inclusive, que optam por esconder os aperitivos, de modo que se proporcione um enriquecimento mental.

Problemas comuns de saúde

Antes de adquirir qualquer animal exótico, certifique-se de que há profissionais capazes de atender a espécie em sua região.

No geral, as raposas Feneco precisam de cuidados preventivos similares aos cães.

Por isso, devem ser vacinadas anualmente contra raiva, parvovírus, adenovírus e cinomose canina.

Entretanto lembre-se que somente o veterinário será capaz de estabelecer um calendário ideal para aplicação de cada dose.

Além disso, o profissional indicará o melhor caminho para desparasitação do animal, assim como o controle de pulgas, prevenção à dirofilariose e outras condições relacionadas.

No mais, as raposas de estimação são mais propensas a adquirirem doenças ligadas ao intestino, cardiovasculares e hepáticas.

Isso especialmente se não for ministrada uma alimentação adequada. Dentre os principais sintomas a serem observados são a letargia e a falta de apetite.

Por fim, outras doenças que podem se desenvolver, são as relacionadas aos problemas comuns de pele: ácaros e infecções gerais.

Os sintomas mais comuns de ácaros e outros parasitas são: falta de apetite, fezes de consistência e cheiro estranhos.

Já os sintomas ligados às infecções de pele, podem se apresentar por meio de uma coceira constante – generalizada ou em determinadas partes do corpo.

É possível ter uma raposa de estimação? Onde comprá-la?

Feneco raposa de estimação

Atualmente, já é possível criar uma raposa como animal de estimação. Isso porque diversos países no mundo já legalizaram a comercialização e criação destas espécies.

Porém o problema é que no Brasil a criação e comercialização destes animais em alguns estados é proibida.

Outro desafio é legalizar este animal seja uma tarefa um tanto quanto complicada.

O primeiro de tudo é que as legislações sobre a propriedade de uma raposa Feneco variam amplamente, dependendo muitas vezes de cada processo jurídico.

Todavia, também é preciso ter conhecimento que cada estado e município tem as suas próprias regulações. Isso por si só já causa um impasse na hora de importar ou comprar estes animais em território brasileiro.

Inclusive é importante que você adquira o animal por meio de um criador autorizado à venda. E que comprove estar certificado pelo IBAMA para esse tipo de comércio.

Aliás, animais criados em cativeiro, como as raposas domesticadas na Sibéria, se adaptam melhor ao convívio humano, além de serem menos agressivos e mais tranquilos.

Para comprá-las, procure por vendedores autorizados a esta venda e, de modo algum, adquira estas espécies através da internet.

Isso porque pouco se sabe sobre a confiabilidade e segurança destes locais, além de que você pode estar incentivando o abuso e maus-tratos a animais exóticos.

Quanto custam uma raposa de estimação?

São diversos os fatores que influem no preço de uma raposa de estimação, seja a espécie, se for uma raposa proveniente do exterior e o preço estipulado por cada criador.

No geral, é provável que você pague algo em torno de R$ 5.000,00 a R$ 40.000,00. Valores menores que esse é um indicativo de “bandeira vermelha”, o que significa que você pode estar caindo em um golpe.

Conclusão

Antes de adquirir sua raposa de estimação, certifique-se de que o vendedor forneça informações sobre a origem e histórico do animal.

Inclusive, busque também por opiniões daqueles que já compraram o animal por este mesmo vendedor, uma vez que você atestará se ele é ou não confiável.

De qualquer modo, os criadores devem estar autorizados para esse tipo de criação, seguindo normas de vigilância sanitária provenientes do IBAMA.

Finalmente, nossa última recomendação é adquirir uma raposa de estimação filhote, que o permitirá adestrá-la com mais eficiência, além de torná-lo um animal manso e bastante amigável.

E aí, já tem planos para o que fazer com a sua nova amiguinha? Escreva nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima