Início » Descubra tudo sobre o Cavalo Quarto de Milha!

Descubra tudo sobre o Cavalo Quarto de Milha!

O cavalo Quarto de Milha é uma raça que se destaca entre os equinos tanto por sua multifuncionalidade, quanto por suas excepcionais características morfológicas. 

Assim como os cavalos Puro-Sangue Inglês, o Quarto de Milha tem um perfil atlético. Contudo, esta raça se diferencia no quesito personalidade, pois são animais extremamente dóceis e de fácil socialização. 

Apesar de possuírem ascendentes asiáticos, esta raça se desenvolveu em solo norte americano no século XVII e só chegou ao Brasil cerca de 300 anos depois. 

Desde sua chegada, os cavalos Quarto de Milha foram muito cobiçados pelos criadores de equinos brasileiros por suas numerosas qualidades.

Inclusive, alguns animais já foram homenageados no Hall da Fama da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha. 

Além dos trabalhos em áreas rurais, esta raça é muito habilidosa em diferentes tipos de esportes e competições como: laço, três tambores, vaquejadas, rédeas, seis balizas, entre outros. 

Nesse post, vamos falar sobre a origem desta raça, suas principais características, além de citar alguns cuidados essenciais que os proprietários devem ter.

Boa leitura!

História do Cavalo Quarto de Milha

cavalo quarto de milha galopando no Jockey

Durante o período de colonização da América do Norte, exploradores espanhóis trouxeram em suas embarcações alguns cavalos de origem Turca e Árabe. 

Alguns destes animais eram exímios garanhões que foram cruzados com éguas de origem inglesa que já estavam em solo americano. 

Destes cruzamentos surgiu uma nova raça de cavalo forte, veloz e com uma aparência bastante marcante. 

Segundo registros, tanto o Puro-Sangue Inglês, como a raça Mustang, tiveram grande influência na formação do Quarto de Milha. 

Apesar de serem treinados para trabalhar no campo, principalmente com gado. Mas estes cavalos também eram usados pelos colonizadores para competir em corridas de curta distância (mais especificamente um quarto de milha, que são 402 metros). 

Inspiração curiosa para se nomear a raça de uma cavalo, não é mesmo?? 

Essas corridas informais, que ocorriam à princípio para entretenimento dos colonizadores, começaram a se difundir para vários outros estados, até que uma pista própria para estes eventos foi construída no Arizona (EUA) em 1943. 

Chegada do Cavalo Quarto de Milha ao Brasil

Exemplares desta raça só chegaram em solo brasileiro no século XX, importados pela empresa norte-americana Swift King Ranch. 

Após a pressão de alguns empresários e fazendeiros que ficaram encantados com este novo cavalo, a Swift King Ranch concedeu a venda de alguns potros. 

Em menos de 15 anos após a chegada desses animais no Brasil, surgiu a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha em São Paulo. 

Bastante engajados e entusiasmados com os excelentes atributos desta nova raça, a associação se empenhou para estimular e impulsionar a criação do Quarto de Milha por todos os estados brasileiros. 

Características Morfológicas da Raça

cavalo marrom com

O cavalo Quarto de Milha é um animal rústico, esperto e nada temperamental. Certamente sua docilidade é um grande atrativo para atividades de lazer, bem como para a prática de equoterapia. 

A altura média desta raça é de 1,50 m, e o peso não costuma ultrapassar 500 kg. Seu andamento tem duas qualidades: é reto e bem equilibrado. 

Sua cabeça não é muito grande. Já o pescoço, que tem formato de pirâmide, possui uma extensão média.  

Em relação às características de sua face, o Quarto de Milha costuma ter uma fronte bem larga, narinas amplas, boca e olhos grandes, orelhas afastadas e um focinho relativamente pequeno. 

Ademais, estes animais possuem um corpo bastante musculoso. A região da cernelha, apesar de não ser muito alta, tem uma ótima definição. 

Além disso, seu tórax é grande, e suas costelas, que são bem juntas uma da outra, possuem uma boa inclinação. 

Outro detalhe importante é que embora a musculatura do lombo seja mais proeminente, seu comprimento é curto. Diferente de sua garupa que é mais comprida e um pouco inclinada.

Confira agora algumas peculiaridades sobre as pelagens mais frequentes desta raça!

Pelagens mais comuns do Cavalo Quarto de Milha

A pelagem alazã é uma das mais comuns entre esta raça. Cavalos alazões costumam ter os pelos do corpo todo, incluindo a crina e a cauda, em tons de castanho mais avermelhado. Lembra um pouco a cor da canela!

Cavalo com pelagem alazã

Uma curiosidade interessante é que o cruzamento entre dois cavalos alazões nunca gera um potro com uma pelagem diferente!

Outra pelagem característica desta raça de cavalo é a baia, que é tipificada por pelos amarelos dourados. Lembrando que animais baios costumam ter a crina e a cauda na cor preta. 

Além disso, existe o baio amarillo, que também tem uma tonalidade de pelo mais dourado. Contudo, a cor da cauda e da crina são claras! 

Há também a pelagem tordilha. Cavalos tordilhos têm pelos brancos por todo o corpo, podendo ter algumas manchinhas ou pintas mais escuras.

Para que um cavalo tenha essa pelagem, um dos seus pais precisa ser tordilho. 

Ademais, temos o Zaino que possui a seguinte particularidade: a mescla de pelos castanhos e pretos.

Diferente da pelagem preta, que é homogênea por todo o corpo, o cavalo zaino tem áreas mais claras (amareladas), como axilas, virilha e bochechas. 

Outras cores que se encaixam nos padrões raciais do Quarto de Milha são: rosilho, preto, castanho, lobuno, alazão tostado, palomino, cremelo e perlino. 

Cuidados e informações importantes

corrida em um Jockey

Os cuidados devem começar antes mesmo de adquirir um cavalo Quarto de Milha. Afinal, é importante analisar traços genéticos, bem como seu desempenho em pista. 

Aliás, tópicos como idade, pelagem, heditariedade e o sexo do animal podem influenciar em seus valores. 

Além disso, é importante calcular detalhadamente todos os gastos que você terá para realizar a sua manutenção.

Portanto, coloque no papel itens extremamente necessários como: acompanhamento veterinário, alimentação adequada, serviço de higienização, equipamentos (caso o animal esteja sendo treinado para alguma competição específica, medicações, entre outros.

Este artigo foi útil para você? Temos outros temas sobre outras raças de cavalos que talvez você goste, confira.

Clique para acessar: Cavalo Campolina: um nobre animal que vale a pena conhecer e também vale a pena ler sobre as Características e fatos históricos do Cavalo Mangalarga Marchador

Então, não deixe de compartilhar com colegas e amigos que também gostariam de conhecer mais sobre o cavalo Quarto de Milha! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima